Assine a newsletter
e receba nossos
conteúdos.

Assine a newsletter

Quais as especialidades médicas com maior campo de atuação?

Tempo de leitura: 5 minutos

O que faz com que um médico escolha um campo de atuação para trabalhar? As respostas mais comuns para essa pergunta são as condições de trabalho, sua jornada pessoal e a remuneração.

Porém, um fator que é deixado de lado no momento de escolha são os avanços tecnológicos que ocorreram recentemente na medicina. Eles podem mudar como a ciência trata diversos tipos de doenças, influenciando na área de atuação de diversos médicos.

Se você está cursando medicina e está passando exatamente por esse momento, está lendo o texto certo! Hoje, iremos te mostrar as especialidades médicas com maior campo de atuação atualmente, segundo informações da revista Medical Futurist. Acompanhe!

Conheça as especialidades médicas com maior campo de atuação 

Pediatria 

A pediatria é a área médica que cuida de bebês, crianças, pré-adolescentes e adolescentes, além de permitir que o profissional atue na cura, prevenção e pesquisas.

A especialidade médica é a segunda maior do país, ficando atrás apenas da clínica geral. Hoje, são quase 300 mil profissionais atuando na área, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

O pediatra também pode orientar a família sobre as vacinas que precisam ser aplicadas e a alimentação correta para cada fase da vida. Esse acompanhamento da infância e da adolescência do paciente tem ganhado relevância no mercado. 

A tecnologia tem atuado para melhorar o bem-estar e qualidade de vida dos pequenos. Dispositivos que ajudam no monitoramento da saúde e dos sinais de vida da criança já foram criados. Alguns deles já conseguem fazer esse controle na barriga da mãe.

Radiologia 

O radiologista costuma trabalhar em clínicas especializadas e sua remuneração é fixa. A área chama a atenção dos médicos por oferecer uma qualidade de vida maior e uma jornada de trabalho mais curta. 

Além disso, os profissionais podem contar com a ajuda de algoritmos para análise de radiografias e até mesmo robôs que otimizam o dia a dia na clínica. 

Oftalmologia 

A oftalmologia cuida de todo e qualquer problema relacionado aos olhos, desde identificar a necessidade de óculos, até a realização de tratamentos e cirurgias. 

Os números de cadastro no Conselho Brasileiro de Oftalmologia apontam que existem cerca de 13 mil médicos atuando nessa especialidade no país. 

A área tem apresentado inovações tecnológicas que parecem que acabaram de sair de um filme de ficção científica, como os olhos biônicos, por exemplo. A primeira vez que esse dispositivo foi aplicado em uma cirurgia foi em 2015. O procedimento foi considerado um sucesso. 

Por esse e outros avanços tecnológicos, é possível restaurar parcialmente a visão de alguns pacientes, apontando o grande campo de atuação dentro da oftalmologia. 

Medicina Esportiva

No começo da área médica, os profissionais atuavam somente monitorando as atividades e movimentos de atletas, além de apresentar dados de performance nos treinos. 

Mas, hoje em dia, além desse monitoramento tradicional, os médicos esportivos também podem orientar os atletas para que os resultados deles melhorem ainda mais. Isso é possível graças a tecnologia, que oferece aos médicos dados que permitem criar estratégias para avançar a performance física do esportista. 

Além disso, como os pacientes são atletas profissionais, a remuneração do médico que atua nessa área tende a ser bem alta. 

Oncologia 

A oncologia é a especialidade médica responsável por realizar o tratamento de tumores sólidos. Para se tornar um oncologista, é necessário cursar 6 anos de medicina, 2 anos de residência em clínica médica e 3 anos de oncologia. 

O aumento nos casos de câncer nos últimos anos fez com que a área ganhasse relevância. Segundo dados do estudo Demografia Médica, realizados pelos Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), existem 3583 oncologistas no Brasil, sendo que 1037 estão em São Paulo, 335 no Rio Grande do Sul, 285 em Minas Gerais, 270 no Rio de Janeiro e 264 no Paraná.  

Dermatologia 

Além de realizar procedimentos estéticos, o dermatologista pode cuidar da pele, unhas, cabelos e tecido cutâneo. Por conta da preocupação constante com a aparência, a dermatologia tem sido cada vez mais procurada pelos pacientes. 

Para se tornar um dermatologista, não é preciso cursar outra residência, pois é uma área de acesso direto. Sendo assim, após a graduação, o médico pode começar a especialização ou residência em dermatologia, que dura 3 anos. 

É uma área que oferece qualidade de vida e jornada de trabalho mais simples, porque raramente o dermatologista terá que tratar casos urgentes. Seu dia a dia é composto por trabalhos ambulatoriais, realizando pequenas cirurgias, tratamentos clínicos e procedimentos estéticos. 

Gastroenterologia 

A gastroenterologia realiza o estudo, tratamento e diagnóstico de problemas de saúde relacionados ao aparelho digestivo. 

Desde a invenção das endoscopias, a tecnologia tem sido uma grande aliada dessa especialidade médica. A nanotecnologia permite que o procedimento seja menos invasivo ao utilizar câmeras cada vez menores. 

Epidemiologia 

A pandemia causada pelo coronavírus fez com que a população mundial se atente ainda mais para os cuidados com a saúde e as possíveis novas epidemias no futuro. Os epidemiologistas são os principais profissionais que atuam em casos com a situação que estamos vivendo. 

Além da COVID-19, diversos países já sofreram com outros tipos de vírus, como o zika e o ebola. 

O profissional atua estudando fatores da transmissão, evolução e propagação de doenças, e com isso, conseguem descobrir maneiras de evitar pandemias e epidemias. 

E você, está pensando em se especializar em alguma dessas áreas médicas? Conte seus planos futuros para nós nos comentários!

Sobre a autora: 

Assinatura Julia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.