Assine a newsletter
e receba nossos
conteúdos.

Assine a newsletter

Dicas para melhorar a relação médico paciente

Tempo de leitura: 6 minutos

Melhorar a relação médico e paciente está relacionado ao sucesso desse profissional ao longo de sua carreira. Porém, o desafio é conseguir manter a autoridade, clareza e objetivo na mesma conversa.

Ao praticar uma boa comunicação com seus pacientes, o médico consegue garantir um diagnóstico mais assertivo. Isso acontece porque ele não leva apenas em consideração resultados de exames, como também hábitos, expectativas e necessidades do paciente.

Mas, para que o profissional tenha essas informações em mãos, é preciso que o paciente se sinta confortável em compartilhá-las.

É por isso que melhorar a relação médico e paciente é tão importante. Dessa forma, seus atendimentos serão mais empáticos e seus pacientes irão perceber o quanto você se importa com eles.

Nesse texto, você vai conferir algumas dicas de como melhorar a relação médico paciente. Confira!

Dicas para melhorar a relação médico paciente

1 – Pratique a escuta ativa

Escutar o que os pacientes têm a dizer é o primeiro passo para melhorar a comunicação entre vocês. Assim, ele irá perceber que você está dando atenção ao que ele está dizendo e se sentirá seguro em compartilhar seus sintomas e pensamentos. Além disso, ao final do atendimento, você aumenta as chances do paciente sair satisfeito do consultório!

2 – Seja empático

No dia a dia de um médico, é comum que ele precise dar notícias ruins para seus pacientes. Por outro lado, os profissionais não podem ter controle de como os pacientes irão receber essas informações. Por isso, trabalhar com empatia nos atendimentos é fundamental.

Aos poucos, você irá perceber que ser empático se tornou algo natural. Para isso, é importante se colocar no lugar do outro e oferecer apoio profissional, caso o paciente precise.

3 – Simpatia também é importante

Nem todos os pacientes se sentem confortáveis em começar falando tudo que sentem logo que chegam no consultório, principalmente nos primeiros atendimentos.

Para evitar um clima chato durante a consulta, cumprimente o paciente, pergunte se ele está bem e fale sobre algum assunto do dia a dia. Isso vai fazer com que ele se sinta mais confortável para conversar sobre seus sintomas e problemas de saúde.

4 – Tranquilize o paciente

Quanto mais medo e desconfiança o paciente tem, também aumenta a sua resistência ao médico e ao tratamento que ele está propondo.

Por isso, é essencial explicar muito bem os procedimentos que serão realizados. Assim, você estará diminuindo a ansiedade do paciente e aumentando a confiança no seu trabalho.

Nesse momento, evite expressões e terminologias complicadas de entender. Adapte o seu vocabulário para a idade e o estilo de vida de cada paciente. Caso perceba que ele ainda está resistente ao tratamento, evite ao máximo palavras negativas durante sua explicação.

5 – Use um tom de voz moderado

Você sabia que seu estado emocional também pode afetar os pacientes? Essa sensação é cientificamente comprovada e se chama efeito de contágio emocional.

Sendo assim, quando um paciente estiver irritado ou angustiado, não use um tom de voz mais agressivo. Isso só vai fazer com que ele fique ainda mais nervoso. Ao invés disso, fale com um tom de voz mais gentil, tentando acalmá-lo e deixando o ambiente confortável.

6 – Avalie o ambiente

Falando nisso, o ambiente também pode ter grande impacto em como o paciente está se sentindo durante uma consulta. Médicos que precisam atender durante a emergência podem ter que falar mais alto, o que pode transmitir uma imagem errada para o paciente, já que o tom de voz representa 40% da comunicação não verbal.

Outra questão é que quando você atende um paciente dentro de um local com mais pessoas, é possível que elas escutem informações confidenciais sobre o histórico do paciente.

Dependendo das perguntas que você precisar fazer, o ambiente deve ser levado em consideração. A emergência e os quartos que não são privativos não são os locais mais adequados para conversar sobre histórico de medicamentos ou informações mais delicadas. Procure um momento mais adequado ou vá para outro ambiente, caso precise.

7 – Foque 100% no paciente

Você já tentou conversar com alguém que não saia do celular? É uma situação bem desagradável, não é mesmo? O mesmo sentimento ocorre quando o paciente percebe que você não está dando atenção a ele quando ele está falando sobre seus sintomas.

Durante o atendimento, não responda e-mails, mensagens ou atenda chamadas telefônicas. Caso tenha alguma urgência e estiver esperando uma ligação, avise o paciente logo no início da consulta e peça desculpas caso precise atender. Fora essas situações, foque totalmente no paciente no momento da consulta.

8 – Tenha paciência

Paciência é uma virtude e quando falamos sobre relação médico paciente, esse ditado tem um valor ainda maior.

Ao perceber que o médico está impaciente ou estressado, o paciente pode acabar se fechando e não relatando seus sintomas corretamente, além de apresentar mais dificuldades em aderir ao tratamento.

A paciência e o respeito andam lado a lado nas consultas. Dedique o tempo que for necessário para que o paciente possa se expressar da forma que achar melhor. Assim, você pode descobrir informações importantes para um diagnóstico mais assertivo, gastando apenas mais alguns minutos.

9 – Use a tecnologia a seu favor

O dia a dia de uma clínica ou consultório médico não é nada fácil, não é mesmo? Você também sente que não tem tempo para aplicar algumas dessas dicas sobre como melhorar a relação médico paciente? Então, talvez esteja na hora de você contar com a ajuda de um sistema de gestão, como o Amplimed.

Nossas funcionalidades podem ser muito úteis na rotina da clínica, permitindo que você possa se dedicar mais ainda para garantir saúde e bem-estar para seus pacientes.

Com o agendamento online, por exemplo, sua secretária não precisa ligar para todos os pacientes confirmando a consulta. Eles podem escolher qual é o melhor horário e confirmar sua presença automaticamente por SMS ou e-mail.

Além disso, também oferecemos uma plataforma de telemedicina com prontuário integrado! Agora, você tem a disposição todo histórico do paciente durante a consulta online e também pode enviar receitas e atestados por e-mail, usando assinatura digital!

Para saber se seus pacientes estão felizes com os investimentos da clínica, você também pode usar nossa ferramenta de pesquisa de satisfação! Ao final de cada consulta, é enviada uma mensagem para que o paciente avalie o atendimento e dê opiniões sobre o que pode ser melhorado.

Bem legal, não é mesmo? Teste o Amplimed grátis por 10 dias e comece a transformação digital da sua clínica!


 

Sobre a autora: 

Assinatura Julia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.