Tecnologia na Saúde: veja os principais temas de 2019

Tempo de leitura: 9 minutos

Durante o ano de 2019, muitas novidades tecnológicas foram apresentadas ao mercado da saúde. Além disso, foram discutidos temas polêmicos como a Telemedicina e estabelecido uma nova legislação sobre segurança de dados. A principal tendência para a área da saúde em 2019 era a aplicação de Inteligência Artificial e Análise de Dados na assistência aos pacientes. Então, em setembro, tivemos o III Encontro Internacional de Empreendedorismo e Inovação em Saúde, que apresentou ao Brasil soluções tecnológicas de alto nível, que estão mudando a vida de milhões de pessoas. 

Preparamos este artigo como um resumo das principais transformações do mercado da saúde neste ano:

  • Telemedicina: regulamentação polêmica foi revogada;
  • Encontro internacional de inovação em saúde: as tecnologias que transformam vidas;
  • Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD): o prazo para se preparar está acabando.  

Telemedicina: uma realidade muito próxima do seu negócio

O assunto mais pautado no início do ano, em relação às tecnologias para área da saúde, foi a Telemedicina. O tema ganhou destaque após a aprovação da nova resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre a modalidade. A Resolução CFM 2.227/18 abordou a Telemedicina em maiores detalhes do que a resolução em vigor, a Resolução CFM nº 1.643/2002. A resolução que, após muita discussão, acabou revogada trouxe um alerta para os profissionais da saúde. Foi evidenciado que a telemedicina não é uma novidade, mas uma surpreendente realidade nos melhores centros de atendimento em saúde!

Por isso, apesar da revogação, é importante entendermos as mudanças trazidas pela nova Resolução. Afinal, o CFM justificou a revogação pela necessidade de tempo para analisar os argumentos favoráveis e desfavoráveis ao documento. Então, é possível que em 2020 seja publicada a regulamentação definitiva da Telemedicina. Entre as novidades da Resolução CFM nº 2.227/18 está a definição de Telemedicina. Veja abaixo. 

Exercício da medicina mediado por tecnologias para fins de assistência, educação, pesquisa, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde.

A partir deste conceito é possível afirmar que a Telemedicina não modifica a medicina, mas cria soluções tecnológicas para otimizar a prática da profissão. Dessa forma, o exercício da medicina mediado por tecnologias possibilita:

  • Aumento da produtividade, com maior celeridade e assertividade
  • Troca de conhecimentos entre profissionais;
  • Maior acesso da população aos especialistas;
  • Agilidade na comunicação com outros profissionais e entre médicos e pacientes.

Para aproveitar toda praticidade da medicina mediada por tecnologia, sua clínica deve estar preparada. Afinal, de que adianta pensar em atendimento à distância de sua clínica ainda utiliza prontuário de papel? Por isso, acompanhe nossos conteúdos sobre as tendências para área da saúde e fique atento às novidades do CFM sobre a telemedicina. 

Inovação em Saúde: Inteligência Artificial e Data Analytics transformam vidas

No mês de Setembro foi realizado o III Encontro Internacional de Empreendedorismo e Inovação em Saúde. No evento foram demonstradas as principais inovações tecnológicas que impactaram o mercado da saúde em 2019. Entre as inovações, ganharam destaque a inteligência artificial aplicada pela empresa britânica Babylon Health e a praticidade trazida pela mexicana Unima

A Babylon Health surpreendeu os especialistas com a utilização de chatbots e inteligência artificial em dispositivos móveis para assistência de pacientes. A ferramenta consiste em um aplicativo para smartphones que consegue checar os sintomas e sugerir cuidados básicos ou indicar o profissional mais próximo para atender o usuário. Por isso, além de atuar na triagem de sintomas, o aplicativo conta com uma rede de clínicos gerais 24 horas à disposição para consultas presenciais ou por videoconferência. Perceba que, além de oferecer assistência aos usuários, o aplicativo coleta informações valiosas para futuras pesquisas e desenvolvimento de novas ferramentas. Assim, o ciclo das tendências tecnológicas mantém-se sempre ativo: inteligência artificial e data analytics estão transformando a o mercado da saúde. 

A tecnologia apresentada pela Unima também foi surpreendente. A empresa oferece teste de Hepatite, utilizando biotecnologia e análise de dados. Uma gota de sangue é depositada sobre um papel especial. Então, o profissional fotografa o papel a partir de um aplicativo de celular. O papel possui uma proteína recombinante capaz de detectar biomarcadores específicos da Hepatite. Essa proteína provoca uma alteração visual no papel quando entra em contato com o biomarcador indicativo de Hepatite. Assim, o aplicativo faz uma análise a partir da fotografia, utilizando algoritmos. Como resultado, obtém-se a confirmação da doença e o armazenamento de dados contextuais relacionados com a amostra. Dessa forma, a Unima também coleta informações importantes para o desenvolvimento de novas tecnologias a partir da data analytics.

A Inteligência Artificial vai substituir os médicos?

Parece tema de filme de ficção científica, mas este assunto foi recorrente em 2019. Reportagem da CNBC, especializada em tendências do mundo dos negócios, levou a pergunta para profissionais da área da saúde e da tecnologia. A conclusão da matéria é de que:

A I.A. não deve substituir os médicos, mas vai transformar a relação médico-paciente. 

Os especialistas que participaram da reportagem destacaram que a IA já está sendo utilizada desde procedimentos iniciais de triagem até técnicas de tratamento. Jai Verma, CEO da Cigna DIFC, afirmou que

Nós estamos construindo telemedicina em nossos apps atualmente, nos quais você pode consultar um médico do conforto da sua casa, mas não para emergências. […] Eu penso que a IA, a “internet das coisas”, vai mudar a forma como nós praticamos assistência em saúde no futuro.

O especialista também comentou sobre a busca por eficiência na aplicação das novas tecnologias. Segundo ele, é comum que se pense sobre aumento dos custos dos atendimentos médicos. No entanto, todas as inovações têm a intenção de otimizar a aplicação de recursos, reduzindo os custos operacionais. 

Chun Yuan Chiang, fundador da IHD Pay Group, destacou que uma das maiores preocupações é com a segurança dos sistemas que viabilizam as novas tecnologias. A preocupação com eficiência deve também, segundo ele, prevenir riscos de fraude. Assim, visando garantir que os usuários sejam médicos reais, farmacêuticos reais, pacientes reais, etc. 

Chiang e Verma apresentam opiniões semelhantes ao papel dos médicos diante das novas tecnologias. Os especialistas entendem que o profissional da medicina é o condutor de todo tratamento e da segurança do paciente. Deve, assim, utilizar todos os recursos disponíveis para oferecer o melhor tratamento. É preciso aplicar as inovações e garantir os diferenciais de humanização, competência técnica profissional na relação médico-paciente.

LGPD: o futuro da tecnologia exige segurança de dados

Se você gostou das novidades tecnológicas deste ano, precisa ficar atento também às novas exigências em segurança de dados. A partir do final do primeiro semestre de 2020, entrará em vigor a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), Lei 3.709/2018. As principais exigências estão relacionadas aos direitos dos usuários titulares dos dados; ou seja, dos seus pacientes. São direitos dos titulares:

Powered by Rock Convert
  • Notificação de violação: é necessário comunicá-los em caso de violação das medidas de segurança;
  • Direito ao Acesso sempre que o titular solicitar;
  • Direito de ser esquecido: os pacientes podem exigir a exclusão dos dados de que são titulares;  
  • Oficial de proteção de dados: deve ser designado profissional responsável pelos dados, cuja identidade deve ser informada aos titulares.

Dessa forma, a LGPD regula: geração, armazenamento, tratamento e transmissão de dados. Os melhores softwares médicos já estão adequados às novas regras, mas você precisará implementar algumas mudanças na sua clínica. Os especialistas da Amplimed podem ajudar você neste processo:

  • Nomear um Data Protection Officer (DPO)
  • Criar política de governança de dados;
  • Treinar a equipe para coleta, arquivamento e transmissão de informações;
  • Inserir recursos audiovisuais para registro dos procedimentos. 

Com essas estratégias de proteção de dados, você ganhará credibilidade. Além de ter maior tranquilidade em relação ao andamento do seu negócio e da segurança das informações, você perceberá maior reconhecimento por parte dos pacientes. Afinal, a LGPD ainda ganhará destaque na mídia e, pense bem, quem gostaria de arriscar ter as informações médicas vazadas? 

Este assunto foi bastante falado em 2019 entre profissionais da área, mas ainda não chegou ao grande público. Isso deve acontecer no primeiro semestre de 2020, já que em Julho a LGPD entrará em vigor. Quem estiver preparado vai

Conclusão

O ano de 2019 começou com a discussão sobre a Telemedicina e chega ao fim com muitas inovações tecnológicas apresentadas ao mercado da saúde. No Brasil, há poucas atividades nos atendimentos médicos que podem ser feitas à distância, mediadas por tecnologia. Uma dessas práticas é o laudo de exames online. Com a Resolução 2.227/18 do CFM, revogada no início do ano, as expectativas dos profissionais da saúde, em relação à prática da Telemedicina, aumentaram. 

No decorrer do ano, muitas ferramentas tecnológicas foram demonstradas. Com isso, foi possível perceber que a Inteligência Artificial e a Análise de Dados estão transformando a assistência em saúde. Essa transformação tem ocorrido com aumento de performance e redução de custos. Para utilizar essas inovações no dia a dia da clínica médica, é preciso ficar atento em relação às medidas de segurança. Afinal, em 2020, entrará em vigor a nova LGPD, com diversas exigências para proteção de dados pessoais.

Aqui no Blog da Amplimed, estamos sempre atentos às novidades em tecnologia de gestão e assistência. Conte sempre com nossos especialistas para acompanhar as transformações do mercado da saúde.

Quer essa praticidade para a sua clínica? Faça um teste grátis. 

Iniciar teste gratuito

 

Sobre o autor 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.