Assine a newsletter
e receba nossos
conteúdos.

Assine a newsletter

Consultas de retorno por telemedicina: como aplicar e quais as vantagens?

Tempo de leitura: 7 minutos

Entenda por que consultas de retorno por telemedicina está crescendo tanto. Não é tão comum encontrar pessoas que fazem apenas uma consulta médica e já recebem o diagnóstico correto do que está acontecendo com o corpo. Normalmente é necessário um primeiro contato, a realização de exames e um retorno com o médico para que todas as informações sejam esclarecidas e os passos de cura ou amenização sejam tomados. O retorno é uma das etapas mais importantes do processo. O Conselho Federal de Medicina definiu por meio da Resolução nº 1.958 de 2010 que a consulta médica deve ser contínua e que não deve ser cobrada quando o segundo encontro ocorrer como continuidade do tratamento. 

Por ser uma etapa importante e decisiva para a escolha do tipo de tratamento do paciente, novas técnicas e formatos de consulta de retorno são bem-vindos na tentativa de melhorar a qualidade do atendimento e simplificar a sua rotina enquanto gestor de clínica. 

Como é feito as consultas de retorno por telemedicina?

Foi a pandemia da Covid-19 que acelerou e normalizou o uso da telemedicina. Mas ainda que o isolamento social tenha causado esse estopim, essa prática veio pra ficar. 

O Ministério da Saúde brasileiro regulamentou essa prática por meio da portaria 247 de 2020 e ressaltou um termo que foi utilizado em 1999 na Declaração de Tel Aviv:

“É essencial que o médico e o paciente possam se identificar com confiança quando se utiliza a telemedicina”

Essa confiança é gerada no início da relação médico-paciente, que começa já na escolha e vai até a finalização da primeira consulta. Então o ideal seria ter um encontro presencial com o paciente e depois para construir esse contato. Por isso, a telemedicina é uma excelente ferramenta a ser utilizada quando esse vínculo já foi estabelecido, mas ainda é necessário fazer acompanhamentos, ou seja, nas consultas de retorno. 

A telemedicina também é utilizada em consultas de retorno porque proporciona acessibilidade. Isso significa que o raio de atendimento médico pode ser muito maior do que é até então, criando a possibilidade de atender pessoas que estão em regiões mais isoladas do endereço fixo da clínica ou que não conseguem se locomover até o consultório. 

Quais os benefícios?

Até essa parte do texto, você já pôde compreender como a telemedicina pode fazer parte das consultas de retorno. Mas quais são as vantagens oferecidas por essa modalidade? O que te faria dar preferência a uma consulta de retorno por telemedicina do que a presencial que você já conhece há anos? Aqui estão alguns motivos: 

Comodidade: Vamos imaginar que a consulta dura cerca de 15 minutos. Juntando o tempo de deslocamento ida e volta e a espera na recepção, seu paciente precisará disponibilizar pelo menos uma hora do dia para saber o que está acontecendo com a saúde dele. Se a consulta de retorno fosse por telemedicina, seu paciente não precisaria reservar um longo espaço na agenda corrida do cotidiano para fazer um retorno médico. Esse pode ser um ponto positivo para a sua clínica e um diferencial entre seus concorrentes. 

Existem outros benefícios que chegam até você. Você pode eliminar tempo entre as consultas, possibilitando atender mais pessoas em um único dia e até poupando a quantidade de vezes que o consultório precisa ser limpo entre os atendimentos. 

Melhora a experiência do paciente que está fazendo uma consulta inicial presencialmente: É muito ruim quando chegamos em um local que possui mais pessoas do que cadeiras, certo? Essa cena é muito comum de acontecer na sala de espera dos consultórios médicos. O ambiente acaba ficando caótico e não combina com a mensagem de calma e cuidado que você costuma passar aos pacientes durante as consultas individuais.

Os banheiros tendem a ficar sujos com mais frequência, a água e o café acabam mais rápidos e escutar a programação da televisão é luxo. Ao aderir às consultas de retorno por telemedicina, você reduz gastos não só com limpeza e bebidas, mas também com a infraestrutura.

Outro ponto interessante de considerar é que à medida que você diminui a quantidade de pessoas que transitam no seu consultório, você pode oferecer mais conforto e qualidade de atendimento para os poucos pacientes que estão te aguardando. Isso gera uma sensação de ordem e organização, sentimentos muito positivos no momento de avaliação e recomendação da sua clínica. 

Melhor direcionamento de trabalho: As demandas da sua equipe já costumam ser altas, principalmente das recepcionistas. Esse acúmulo de trabalho pode interferir no tratamento que elas dão aos pacientes que estão aguardando uma consulta com você. Isso impacta diretamente na avaliação clínica e na fidelização do paciente. 

Você poderia resolver essa situação e garantir um melhor atendimento se tivesse um prontuário eletrônico, te mostramos os benefícios nesse texto. Com ele, seus colaboradores teriam um item a menos para cuidar, podendo focar em outras áreas mais importantes do consultório ou ainda reduzindo a carga horário de trabalho que gera a redução dos seus gastos. 

O prontuário eletrônico da Amplimed, por exemplo, tem integração direta com a plataforma de telemedicina com toda a segurança a partir da Lei Geral de Proteção de Dados e todos os certificados exigidos pelo Conselho Federal de Medicina. Ou seja, seu paciente poderia: 

  1. Realizar o agendamento da consulta de retorno sozinho e em qualquer horário do dia, ainda que seja final de semana ou feriado; 
  2. Preencher os dados pessoais e realizar o cadastro sem o auxílio da recepcionista; 
  3. Ter acesso direto a você, podendo anexar os resultados de todos os exames que foram realizados. 

Atendimento mais rápido: Você e seu paciente ganham nesse item. As consultas de retorno costumam ser mais rápidas do que as iniciais. Isso porque você fez a anamnese já no primeiro atendimento, ou seja, entendeu quais as principais queixas e dificuldades do seu paciente.

Esse processo costuma demorar um pouco porque acontece uma espécie de entrevista para que você possa identificar possíveis caminhos de investigação a serem percorridos. No momento do retorno, basta analisar os resultados dos exames para dar o veredito do que realmente está acontecendo e, enfim, elaborar orientações cirúrgicas ou medicamentosas.

Mas ainda que seja um processo mais simples, essa consulta de retorno faz parte da mesma agenda utilizada para marcações das consultas iniciais. Isso quer dizer que pode demorar para você rever seus pacientes. Esse ponto é um ônus para quem está recebendo acompanhamento porque fica sem uma rápida resolução. Imagina uma pessoa com muita dor e que não consegue realizar atividades básicas do dia a dia por conta disso.

É muito provável que ela vai querer resolver esse problema o mais rápido possível, não é? Se você não for o profissional que vai possibilitar essa solução, também é muito provável que ela procure por outro que consiga, não é? As consultas de retorno por telemedicina estão aí para evitar diagnósticos demorados e também a evasão dos seus pacientes. 

Essa é uma pequena lista de tudo o que as consultas de retorno por telemedicina podem fazer pela sua clínica. Existem outras ferramentas digitais que podem auxiliar no seu dia a dia e alavancar a qualidade e a quantidade de atendimentos que você realiza.

Para saber quais outras iniciativas você pode adotar para aprimorar o seu trabalho, preencha o formulário e baixe o checklis “Como transformar a sua clínica em uma clínica online”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.