Modelo Canvas: como implementar de forma simples e rápida na clínica médica

Tempo de leitura: 10 minutos

O Modelo Canvas é estratégico para desenvolvimento ou documentação de um novo  negócio. É uma representação visual dos principais aspectos de uma empresa ou de um produto, com base em sua proposta de valor, infraestrutura e custos. 

A organização simplificada das informações ajuda os empreendedores a melhorar a estrutura de seus projetos e encontrar as melhores oportunidades em seu setor. Por isso, pode ser aplicado na área da saúde. Você, como gestor, precisa compreender as principais etapas de preenchimento desse modelo. 

Neste texto, você terá todos os passos necessários para aplicar o Modelo Canvas na clínica médica:

  • O que é o Modelo Canvas?
  • Vantagens deste planejamento.
  • Como aplicá-lo em sua clínica passo a passo.

O que é o Modelo Canvas?

Com nome original em inglês Business Model Canvas, ou simplesmente Canvas, é um modelo estratégico para organização dos principais pilares de um projeto ou de uma empresa: 

  • proposta;
  • estrutura operacional; e 
  • custos. 

O Canvas foi proposto inicialmente por Alexander Osterwalder, em 2005, e possui nove blocos para detalhamento do projeto. 

  1. Proposta de valor
  2. Segmento de clientes
  3. Os canais
  4. Relacionamento com clientes
  5. Atividades-chave
  6. Recursos principais
  7. Parcerias principais
  8. Fontes de receita
  9. Estrutura de custos

Esta proposta inicial tem como base a tese de PhD do autor. Osterwalder é pesquisador na área de negócios e processos. Nascido na Suíça, obteve seu PhD em Sistemas de Gerenciamento de Informações, com a tese “The Business Model Ontology – a proposition in a design science approach”.

Vantagens do Modelo Canvas 

A principal vantagem do Modelo Canvas é sua praticidade. A apresentação visual e simplificada facilita o planejamento, a análise e as mudanças nos projetos. Por isso, é ideal para estruturar um empreendimento, já que possibilita a descrição dos aspectos mais importantes de um negócio, sem excessos de informação. 

Além disso, o Modelo Canvas mais utilizado segue os princípios da metodologia Lean. Esse conjunto de processos tem como objetivo o desenvolvimento rápido de novos produtos e serviços. Assim, é possível testar a viabilidade de um projeto, com experimentos de validação, em pequenos ciclos – que iniciam pela ideia e são fomentados pelos resultados dos testes de exposição ao mercado. 

A metodologia Lean prioriza a interação com os consumidores para a melhoria dos negócios. Por isso, procura garantir que os novos modelos de atendimento recebam, o mais breve possível, a opinião do público. Assim, a empresa fica mais próxima de satisfazer as necessidades dos clientes e reduz o custo – e o risco – dos projetos. 

Outra forma de compreender o método Lean requer a aplicação de uma expressão bastante utilizada: lean thinking, cuja tradução é “pensamento enxuto”. Trata-se, portanto, de reduzir os desperdícios. Nas clínicas médicas, podemos nos referir, principalmente, à gestão do tempo. O modelo canvas, dessa forma, ajuda na gestão de projetos, porque possibilita a execução rápida, precisa e eficiente de suas novas  ideias. 

Se você está iniciando sua clínica ou quer aprimorar os processo administrativos passo a passo, baixe nosso ebook: “Como abrir uma clínica com olhos na inovação”

Como usar em projetos na clínica médica 

O Modelo Canvas é um mapa para as decisões estratégias na sua clínica médica. Os nove blocos que o compõem são as bases de uma empresa de sucesso. Com isso, você concentra as principais informações em um mesmo local – que pode ser, por exemplo, uma folha de papel tamanho A4.  

A seguir, você encontrará um passo a passo para o preenchimento de cada bloco. 


Proposta de Valor

Neste bloco, você justifica a existência do novo projeto. Você tem uma ideia inicial e, então, precisa explicar o propósito dela na prática. Em outras palavras:

  • Qual o diferencial deste novo serviço ou modelo de atendimento?
  • Por que seus clientes escolheriam essa novidade ao invés das outras propostas disponíveis no mercado?

Como preencher

Utilize duas etapas. Primeiro, faça uma listas das principais necessidades dos seus pacientes que ainda não são satisfeitas por sua clínica. Quais serviços são solicitados? Quais reclamações são feitas?

Depois, liste propostas de solução para estes problemas. Se você já teve uma ideia, analise se esse pensamento pode ser colocado em prática. Se puder, então, pergunte-se qual dos problemas (listados na etapa anterior) podem ser resolvidos por essa ideia. 

Como resultado, você identifica o problema do seu público e a solução apresentada por sua empresa. Então, defina a proposta de valor com a seguinte frase:

Este projeto resolve [o problema X] com [a solução Y]

Segmento de Clientes

Quem você irá atender neste novo projeto? 

Além de definir a proposta de valor, é preciso decidir quem será beneficiado com esta nova ideia. Você pode inovar no atendimento do seu público geral, definido previamente, antes da abertura da sua clínica. 

Se a sua clínica já possui uma persona definida, então, o novo projeto deve atender algum problema específico deste cliente ideal. Se ainda está na etapa de público-alvo, considere fazer uma análise mais profunda de seu público, com auxílio de nosso ebook – clicando aqui

A segmentação dos clientes é importante para que você entregue a solução certa para a pessoa certa. Lembra que o princípio da metodologia Lean é evitar o desperdício? 

Então, não proponha soluções para quem não tem o problema.

Canais

Como você pode entrar em contato com seus clientes? 

  • Por quais canais sua persona deseja ser contactada?
  • Qual desses canais apresenta melhor custo-benefício? 

Os canais de comunicação são os meios pelos quais sua empresa chega a seu potencial cliente. A comunicação entre você e seu paciente deve ocorrer antes dele sentir algum desconforto. Então, o processo de aproximação entre o paciente e a sua clínica ocorrerá em três etapas: 

  1. O paciente se sente saudável, mas procura por informações para se manter com saúde. 
  2. Ele identifica algum sintoma e procura pela solução.
  3. O paciente encontra a sua clínica como melhor a solução

Você precisa estar preparado para comunicar nestes três níveis. Além disso, após essa fase de aproximação, você precisa fidelizar o paciente. Veja, abaixo, algumas ferramentas que podem ajudá-lo a definir sua comunicação:

  1. Agendamento online;
  2. Lembretes automáticos de data e hora da consulta;
  3. Prontuário eletrônico;
  4. Prescrição digital com assinatura eletrônica;
  5. Pesquisa de satisfação.

Relacionamento com pacientes

Jeff Bezos, fundador da gigante Amazon, afirmou o seguinte:

O ‘molho secreto’ na receita de sucesso da Amazon é um foco ‘obsessivo-compulsivo’ no cliente e não na concorrência.

Na clínica médica, da mesma forma, o relacionamento com os pacientes deve ser prioridade. Esse princípio está diretamente relacionado ao processo de comunicação. Aqui, além de entender os canais de contato com o paciente, você precisará definir o tipo de contato com ele. 

Por exemplo, o seu contato para confirmar a consulta será por ligação ou por mensagem automática via Whats App? 

Para decidir, você pode fazer duas perguntas:

  1. Como meu paciente prefere ser contactado? Ele pode desejar atender uma ligação, mesmo sem hora marcada, a qualquer hora do dia. Ou pode preferir uma mensagem no Whats App para responder quando estiver online. Tudo depende do perfil que você traçou para sua persona. 
  2. Qual tipo de contato é mais eficiente? Ou seja, entre a ligação e a mensagem via Whats App, qual trará melhores resultados com menor tempo investido?

Atividades-chave

O que fazer para entregar a proposta de valor? Quais as atividades são essenciais? 

As atividades-chave da sua clínica são as iniciativas e os processos necessários resolver os problemas do seu paciente. Em outras palavras, essas são as funções desempenhadas por você e por sua equipe para que seu paciente saia satisfeito. 

O atendimento médico é uma dessas atividades. Isso parece óbvio, mas é importante lembrar que essa não é a única atividade que compõe a sua clínica. Você precisa:

  • Recepcionar
  • Tirar dúvidas
  • Atender 
  • Planejar o retorno
  • Organizar informações financeiras

Então, são atividades-chave prováveis:

  • Recepcionar o paciente;
  • Atender ligações ou evitá-las;
  • Comprar material de escritório;
  • Emitir relatório de contas e outras informações para a Contabilidade;
  • Reunião de alinhamento com a Assessoria de Marketing;
  • Treinamentos para a equipe.

Recursos principais

O que sua clínica precisa para implementar o novo projeto?

Nesse momento, você define os recursos necessários para prestar o atendimento que planejou. Após determinar os canais de comunicação e a proposta de valor, quais ferramentas e tecnologias você precisa contratar?

Você pode dividir a análise entre:

  • equipe;
  • ferramentas e equipamentos
  • tecnologias

Assim, você decidirá, por exemplo:

Parcerias principais

O que é melhor terceirizar? Após decidir quais os recursos que você precisa ter dentro da sua clínica, é importante listar o que é necessário buscar com empresas parceiras. Nesse momento, os principais fatores decisórios são custo-benefício e relevância.

Veja alguns dos recursos essenciais para o funcionamento da sua clínica e que você pode obter com empresas parceiras são:

Fontes de Receita

Outra etapa importante do Modelo Canvas é a definição das fontes de receitas. Por isso, se você está planejando um novo atendimento, calcule os custos e as receitas esperadas. 

Para definir os custos será necessário, nas etapas anteriores, definir os recursos necessários e as parcerias estratégias. Assim, você terá uma previsão das despesas mensais com equipe e tecnologias internas além dos custos para terceirização. Finalmente, especifique o preço dos novos serviços e faça o cálculo para uma estimativa mensal. 

Além das entradas pela venda de serviços, você também pode planejar um aporte inicial dos sócios. Para isso, é necessário ter como base a estrutura financeira do seu novo projeto. Veja o passo seguinte. 

Estruturas de custo

A última etapa também é financeira. Trata-se do planejando seus investimentos.

Gastar demais é ruim para seu negócio. Da mesma forma, evitar investimentos essenciais pode ser perigoso para a saúde da sua clínica. Por isso, o planejamento da estrutura de custos é tão importante. 

A estrutura de custo consiste no planejamento dos investimentos necessários para que você consiga entregar o atendimento proposto. Aqui, você lista os custos mais relevantes para sua clínica. São os investimentos que trazem o retorno esperado. 

Gostou de aprender os principais passos para utilizar o Modelo Canvas em sua clínica? 

Então, o que acha de começar agora mesmo uma nova proposta de atendimento?

Preencha o formulário abaixo para ter acesso a nosso ebook gratuito “Como se preparar para a Telemedicina”


Sobre o autor: 

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.