Assine a newsletter
e receba nossos
conteúdos.

Assine a newsletter

Planejamento de marketing para clínica médica: o que precisa ser levado em conta?

Tempo de leitura: 6 minutos

Atualmente, é preciso mostrar diferenciais para se destacar no mercado de saúde. Por isso, contar com um bom planejamento de marketing para clínicas médicas pode ser a estratégia que faltava para o seu negócio estar a frente da concorrência. 

Para criar seu planejamento de marketing, é preciso conhecer bem o seu mercado de atuação, assim como o seu público alvo, seus concorrentes, além de estipular metas, objetivos e quais tarefas precisam ser concluídas para que eles sejam alcançados. Assim, sua clínica terá dado o pontapé inicial rumo ao sucesso!

Quer saber em detalhes como construir um planejamento de marketing para a sua clínica médica? Confira abaixo e tire todas as suas dúvidas!

Passo a passo para criar um planejamento de marketing para clínicas médicas

Primeiro passo: analise a situação atual da sua empresa

O primeiro passo do planejamento de marketing é avaliar todas as atividades realizadas dentro da clínica. Nessa avaliação, procure por problemas ou aspectos que poderiam ser melhorados para potencializar o crescimento e a experiência do paciente.

Observe questões como:

Segundo passo: conheça o seu público alvo

Conhecer seus futuros e atuais pacientes é uma etapa essencial para a criação do seu planejamento de marketing. É comum acreditar que você já conheça o perfil de pessoas que visitam o seu consultório, mas essa etapa pode demorar mais tempo do que você imagina.

Para ter certeza de que você realmente conhece seu público alvo, responda as seguintes perguntas:

  • Qual é o perfil do seu público? (sexo, faixa etária, comportamento de compra, etc)
  • Como se locomovem até a clínica?
  • O que mais valorizam na clínica? (preço, qualidade, agilidade, condições de pagamento…)
  • Quais vantagens sua clínica oferece para atraí-lo? (reembolso, convênio, estacionamento…)

Terceiro passo: saiba quais são seus pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças

A terceira etapa do planejamento de marketing permite que você conheça quais são os riscos e possibilidades de crescimento da sua clínica. Assim, todas as suas metas e objetivos serão mais assertivas.

Este passo demanda que você seja crítico com seu próprio negócio e analise-o bem perante ao mercado. Para conseguir completar essa etapa, saiba mais detalhes sobre o que cada um desses termos significa:

Forças

A força aponta o diferencial do seu negócio, aquilo que você considera que faz melhor do que a concorrência. Além disso, também é importante levar em consideração os recursos que você tem disponível e outros aspectos que indiquem vantagem perante outras clínicas.

Fraquezas

Como o próprio nome já diz, as fraquezas são tudo aquilo que está fraco na sua empresa. Analise sua rotina e identifique falhas no atendimento, infraestrutura, gestão, entre outras áreas da clínica. Dessa forma, você saberá exatamente em quais melhorias precisa investir com mais urgência. 

Oportunidades

Quando falamos em oportunidades, estamos nos referindo a análise externa. Isso significa que, nessa etapa, você precisa estudar o mercado para saber quais oportunidades ele oferece. Assim, você pode analisar quais delas você pode trazer para a sua clínica e potencializar seus resultados. 

Ameaças

As ameaças também estão relacionadas ao mercado do saúde, em especial a sua concorrência. É hora de se atentar nas inovações praticadas por outras clínicas, como elas estão atuando, se a crise também está afetando os outros negócios, se eles sofrem com falta de profissionais qualificados, entre outras questões importantes para o funcionamento de uma empresa.

Quarto passo: defina metas para sua clínica

Dentro do conceito de marketing, as clínicas médicas estão dentro da categoria de demanda negativa. Isso significa que as pessoas, na maioria das vezes, não estão procurando por médicos por livre e espontânea vontade. Sua motivação para visitar o consultório é gerada pela necessidade de fazer um checkup anual ou quando sentem algum sintoma fora do comum. 

Sendo assim, é mais difícil para clínicas médicas fidelizarem pacientes, em comparação com outros mercados. Isso acontece porque os pacientes visitam os médicos poucas vezes, e por isso, acabam não criando vínculo com eles e com a sua marca. 

Sabendo disso, e também das outras informações coletadas até aqui, é hora de estipular suas metas e objetivos para a clínica médica. Elas irão guiar as ações do planejamento de marketing e de todos os outros setores da sua empresa. 

Você pode querer atrais mais pacientes, fidelizar aqueles que já estão se consultando com você há algum tempo, mostrar seus serviços para mais pessoas, enfim, qualquer que seja seu objetivo, ele precisa estar presente dentro do planejamento de marketing. 

Quinto passo: acompanhe o desenvolvimento do seu negócio

Depois de ter estipulado as metas, é hora de dividi-las em pequenos objetivos. Dessa forma, você pode acompanhar o crescimento da sua clínica médica e identificar se ela está indo para o caminho que você deseja. Não esqueça de determinar prazos justos e possíveis de alcançar. Assim, você e sua equipe vão se sentir motivados para conquistar o que foi estipulado.

Em outras palavras, é importante definir as ações que serão feitas e em quais canais elas serão divulgadas, como redes sociais, necessidade de assessoria de imprensa, entre outros meios de comunicação. 

Para que você não fique com dúvidas, vamos dar um exemplo. Se uma das metas no planejamento de marketing é divulgar a sua clínica médica dentro do mercado local, você precisa alcançar os seguintes objetivos:

  • Criar site e redes sociais em 2 meses 
  • Investir em uma bela fachada em 3 meses
  • Selecionar e criar parcerias com empresas das redondezas em 4 meses

Sexto passo: conheça as normas do CFM

Seu planejamento de marketing para clínica médica só irá funcionar da forma que você espera se ele estiver de acordo com as normas do CFM. 

Para te ajudar a criar suas postagens, vamos apontar alguns erros que você não pode cometer: 

  • Fazer posts de antes e depois com os pacientes, mesmo tendo autorização de imagem 
  • Só é possível divulgar alguma especialidade se ela estiver registrada no seu CFM, independente de você oferecer o serviço na sua clínica 
  • É proibido fazer autopromoção usando os equipamentos da empresa

Pronto para começar o planejamento de marketing para a sua clínica médica? Se você quer criar uma página perfeita para a sua empresa no Facebook e Instagram, não pode deixar de conferir nosso novo e-book: Marketing Médico para Redes Sociais.

Sobre a autora:

Assinatura Julia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.